No último post apresentamos as principais características do Violão. Agora veremos como algumas dicas para quem toca saxofone.

O saxofone é de uma beleza exuberante, com certeza um dos mais versáteis instrumentos já feitos pelo homem. O nome veio de seu criador Antoine-Joseph (Adolph) Sax, que nasceu em 1814 na cidade de Dinant, no vale de Meuve, Bélgica. A apresentação oficial do instrumento criado por ele foi somente em 1844.

Existem basicamente quatro tipos de saxofone: soprano, alto, tenor e barítono. Outros tipos como o sopranino e o baixo têm uso restrito. Os saxofones são classificados como instrumentos de madeira, apesar de serem construídos num corpo de metal.

Todos os saxofones são instrumentos transpositores, ou seja, são escritos numa outra tonalidade. Este foi um recurso criado pelos maestros para os músicos terem o maior número de notas dentro do pentagrama e não nas linhas suplementares superiores e inferiores que têm uma difícil leitura e visualização.

O modelo indicado para o iniciante é o sax alto, que sua afinação base em Eb. Nele você pode tocar diversos estilos musicais como valsa, rock, jazz, balada, choro, mpb, bossa, samba, etc.

Muitos músicos já fizeram história na música tocando saxofone alto. Entre eles estão Charlie Parker, Wayne Shorter e Proveta. O alto é um modelo que possui um som muito agradável, e pode ser muito agressivo e poderoso quando preciso.

Se você quiser comprar um saxofone, passe na Simili Música, a melhor loja de instrumentos musicais de Balneário Camboriú / SC.

Confira algumas dicas para você que toca ou quer tocar Saxofone:

Dica 01 – Limpe Bem Seu Saxofone

Sempre que terminar de tocar, limpe bem o seu instrumento. É bom para ele e é bom também para a sua saúde e higiene. Se por acaso não der para limpá-lo todo, limpe, pelo menos, a boquilha e a palheta do saxofone. A limpeza pode ser feita simplesmente com uma flanela, pedaço de pano ou mesmo com uma fralda (limpa!). Lave e desinfete periodicamente sua boquilha com água, detergente e álcool.

Dica 02 – Cuidado ao Transportar Seu Saxofone

Cuidado ao transportar seu instrumento nos estojos portáteis de couro, tecido, materiais sintéticos, etc. Fica mais leve, mais fácil de transportar e também fica muito mais vulnerável, sujeito a pancadas, amassaduras e poderá empenar as chaves, provocando pequenos, ou até grandes vazamentos.

Dica 03 – Como Reduzir o Volume do Sax

Se você quiser reduzir o volume do som do seu instrumento ao estudar em sua residência, abra a porta do guarda-roupa e toque voltado para dentro. Mas sem retirar as roupas, pois estas reduzem consideravelmente o volume. No início é um pouco estranho, mas depois você se acostuma. Coisa de louco não é?

Dica 04 – Nunca Deixe de Fazer Notas Longas

Nunca deixe de fazer notas longas. Elas melhoram seu som e, o que é importante, o mantêm. Também conserva a resistência da coluna de ar diafragmática.

Dica 05 – Leitura Rápida

Sabe como é que se consegue ter uma leitura rápida e dinâmica?

  • Ter habilidade técnica mínima compatível com a peça preterida;
  • Concentração;
  • Realizar uma leitura global sem o instrumento em toda a música, detectar os pontos mais “difíceis” e entendê-la em sua forma, voltas e repetições;
  • Ler sempre um compasso à frente. Há músicos que leem mais de um;
  • Ter calma, muita calma.

Dica 06 – Compre Um Saxofone de Qualidade

Quando comprar um instrumento, seja ele um Saxofone ou qualquer outro, passe na Simili, a melhor loja de instrumentos musicais de Balneário Camboriú / SC. Comprar um bom instrumento é investir em uma boa qualidade sonora e facilitar o seu aprendizado.

Dica 07 – Entenda as Músicas Antes de Decorá-las

Para decorar uma música é preciso primeiro entendê-la. Escute-a, mesmo que você esteja tocando. Cantá-la antes de tocar é bom e aperfeiçoa a afinação e ritmo.

Dica 08 – Toque a Primeira Bem Devagar

Está difícil tocar aquela escala, música ou um trecho dela? É fácil, bem fácil. Toque-a devagar (bem devagar) acompanhando a batida do metrônomo e vá subindo (o marcador do metrônomo) de dois em dois pontos. Você, certamente, conseguirá.

Dica 09 – Guarde o Número e Modelo do Seu Instrumento

Tenha sempre anotado em algum lugar o número e o modelo do seu instrumento. Em caso de furto ou roubo isto será essencial para identifica-lo depois de feito o boletim de ocorrência em uma delegacia. Tire cópias e entregue em todas as lojas de reparos conhecer.

Dica 10 – Tenha Sempre Uma Palheta Reserva

Se você é aquele que prepara suas palhetas com cortes e lixa, tenha sempre em seu estojo uma palheta reserva preparada de igual modo. Nunca se sabe quando pode quebrar!

Fonte: infojmusic e Cifras

Curso de Saxofone em Balneário Camboriú / SC

Se você quer aprender a tocar saxofone em Balneário Camboriú, a melhor opção é o curso da Simili Ensino Musical. As aulas de todos os instrumentos musicais, entre eles o saxofone, são semanais com duração de 50 minutos cada e você ainda tem livre acesso a participar das aulas de Teoria Musical e de Canto Coral Infantil ou Adulto, além de concertos, masterclass, prática de banda e aulas quinzenais gratuitas de apreciação musical para toda a comunidade.

As salas de aula são desenvolvidas para o melhor aproveitamento do ensino musical, paredes tratadas acusticamente, salas climatizadas, monitoradas por câmeras e com instrumentos novos.

Nosso corpo docente é constituído de professores altamente qualificados e com grande formação musical, entre eles, mestres, doutores e alguns com carreira internacional.

A metodologia de ensino é extremamente eficiente e focada na técnica do instrumento, onde as aulas instrumentais são individuais e as complementares são em grupo visando uma melhor formação.

Faça a sua matrícula ou caso ainda esteja em dúvida, faça uma aula experimental. Curso de Saxofone, em Balneário Camboriú, é na Simili Música.

Pré-Inscrição

Faça sua pré-inscrição em um de nossos cursos e entraremos em contato para efetivar a sua matrícula!