Recentemente abordamos um tema para os iniciantes na música, as famílias de instrumentos musicais. Agora falaremos sobre as cordas e palhetas para guitarras.

Quando estamos no início do aprendizado da guitarra, descobrimos que, além de estudar e treinar muito, precisamos entender “um pouco” sobre os inúmeros tipos de corda e palheta!

Nessa dica vamos explicar quais cordas e palhetas você pode usar e o porquê!

Cordas para Guitarra

As cordas de guitarra são divididas basicamente por calibre, tipo e material.

Calibre – é a medida da grossura da corda. Quanto mais grossa é a corda, mais som ela emite, porém, uma corda muito grossa pode ser bem trabalhosa de tocar (principalmente na hora de dar um bend). Uma corda fina, apesar de ter menos som em comparação com as mais grossas e ser mais frágil, é bem mais confortável de tocar. Na hora de decidir, você precisa levar alguns fatores em consideração:

  • O seu estilo musical e a sua técnica
  • Construção e regulagem do seu instrumento
  • Afinação que você pretende usar

Lembre-se, se você costuma usar um calibre na sua guitarra e decidiu mudar para um calibre mais grosso ou mais fino, o ideal é você levar num luthier de confiança para o seu instrumento ser regulado para o novo calibre. Com a mudança de calibre, tudo muda: a ação das cordas (altura em relação ao corpo), largura e profundidade dos sulcos da pestana (nut), além de mudar a tensão aplicada no tensor, entre outros pequenos detalhes técnicos.

Tipo – existem alguns tipos de corda disponíveis no mercado. A diferença principal entre eles é a textura da corda ao toque, mas é claro que o timbre varia consideravelmente.

  1. Roundwound – cordas aneladas – são, provavelmente, as mais comuns e têm um timbre mais aberto.
  2. Halfwound – cordas semi aneladas – são o meio termo entre as roundwound e flatwound
  3. Flatwound – cordas lisas – são, geralmente, mais caras e têm um timbre aveludado.

Material – é o que compõe a corda. Afeta tanto o timbre, como a textura da corda ao toque.

  1. Nickel – cordas banhandas em níquel
  2. Nickel plate steel – cordas com o núcleo enrolado por uma liga de níquel e aço
  3. Pure nickel – cordas constituídas apenas por níquel
  4. Stainless steel – cordas de aço inox
  5. Cobalt – cordas fabricadas com ferro e cobalto
  6. Gold – cordas enroladas com filamentos de ouro 24 quilates

E a lista continua. Todo ano a indústria descobre um material novo, que apresenta vantagens e desvantagens. Nós, enquanto músicos e consumidores, temos que estar atentos a isso também!

Obs.: essa lista de materiais é de cordas de guitarra. Se formos analisar as de violão também, vamos encontrar outros materiais, como o nylon, por exemplo.

Palhetas para Guitarra

As palhetas, por sua vez, são divididas por grossura, formato e material.

Grossura – palhetas mais finas são mais fáceis de tocar e apresentam uma menor resistência ao ataque nas cordas, facilitando assim fazer levadas com pouco esforço. Já as mais grossas são mais difíceis de manusear, porém, pra muitos músicos, têm uma maior precisão em alta velocidade.

Formatos – com o avanço da tecnologia, hoje os formatos de palheta são inúmeros: triangulares, arredondadas, pontiagudas, etc. Cada formato interfere na técnica de uma maneira. Palhetas mais pontiagudas, por exemplo, podem ajudar na precisão da palhetada. E o formato pode influenciar consideravelmente no timbre, para os atentos aos detalhes.

Material – da mesma forma que a corda, a palheta pode ser feita de vários materiais, alterando assim a textura ao toque e sutilmente o timbre.

Então, já viu que é um assunto extenso! Comente aqui embaixo quais são os tipos de corda e palheta que você usa e quais os motivos que te levaram a escolher essas opções!

Fonte: Fica a Dica Premium

Curso de Guitarra em Balneário Camboriú / SC

Se você quer aprender a tocar guitarra em Balneário Camboriú, a melhor opção é o curso da Simili Ensino Musical. As aulas de todos os instrumentos musicais, entre eles o de guitarra, são semanais com duração de 50 minutos cada e você ainda tem livre acesso a participar das aulas de Teoria Musical e de Canto Coral Infantil ou Adulto, além de concertos, masterclass, prática de banda e aulas quinzenais gratuitas de apreciação musical para toda a comunidade.

As salas de aula são desenvolvidas para o melhor aproveitamento do ensino musical, paredes tratadas acusticamente, salas climatizadas, monitoradas por câmeras e com instrumentos novos.

Nosso corpo docente é constituído de professores altamente qualificados e com grande formação musical, entre eles, mestres, doutores e alguns com carreira internacional.

A metodologia de ensino é extremamente eficiente e focada na técnica do instrumento, onde as aulas instrumentais são individuais e as complementares são em grupo visando uma melhor formação.

Faça a sua matrícula ou caso ainda esteja em dúvida, faça uma aula experimental. Curso de guitarra, em Balneário Camboriú, é na Simili Música.

Pré-Inscrição

Faça sua pré-inscrição em um de nossos cursos e entraremos em contato para efetivar a sua matrícula!